Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sugestão de Jardinagem #1

por FOS, em 31.01.14
As videiras, ainda antes da poda:

Esta sugestão foi elaborada pelos alunos do Clube de Jardinagem

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:


As nossas instalações

por FOS, em 27.01.14

 

No início do ano lectivo 2012-2013, a sede da Associação de Voluntários Essência da Partilha (associação que gere o projecto PATAS e a FOS), foi transferida para a antiga Escola Primária do Cardal.

 

Este espaço, cedido pela Junta de Freguesia de Moita do Norte e pela Câmara Municipal, reúne todas as condições para a realização das aulas da FOS, bem como para a realização de eventos da Associação.

 

Ficam algumas fotografias da nossa sede! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foi colocado no passado sábado na escola este bonito quadro com a família de professores FOS, elaborado pelas professoras de artes decorativas:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 10:01

 

Nas aulas de Artes Decorativas da FOS são realizados diversos trabalhos manuais e de artesanato, coordenados pelas formadoras Maria da Luz e Maria Emília.

 

Deixamos aqui a receita para fazer este cabide.

 

 

"Ingredientes":

  • 1 cabide de madeira
  • 2,30m de mangueira fininha
  • 10 pedacinhos de cana para união das argolas
  • Várias tiras de tecidos 
  • Lixa e tinta

Modo de Preparação:

  • Comece por lixar o cabide e pinte como desejar.
  • Corte a mangueira em pedaços de 23cm, e use os bocadinhos de cana para fechar as argolas.
  • Corte várias tiras de tecido e enrole nas argolas.
  • Coloque as argolas no cabide e está pronto.

 

 

Ficam agora algumas imagens das aulas de Artes Decorativas:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 11:36


Dica da Semana #1

por FOS, em 24.01.14

O mito do ovo - Saiba que o ovo não aumenta o colesterol

 

 

Leia antes de ver o vídeo.

Aprendemos desde pequenos que o ovo é um alimento saudável, mas que comido em excesso eleva os níveis de colesterol. Nada mais errado. A prova disso é dada incessantemente pelo Dr. Lair Ribeiro, médico cardiologista/nutricionista, autor de 35 (15 best sellers) livros, 25 dos quais são traduzidos para outros idiomas e disponíveis em mais de 40 países, na área de auto-conhecimento e 149 trabalhos científicos publicados em revistas médicas americanas indexadas. O Dr. Lair Ribeiro teve a oportunidade de viver 17 anos nos EUA e trabalhar em três universidades americanas – Harvard Medical School, Baylor College of Medicine e Thomas Jefferson University. Além disso, foi director médico da Merck Sharp & Dohme e director executivo, chegando a vice-presidente da Ciba Corporation (hoje Novartis). Actualmente trabalha em vários países da América do Sul, Central, do Norte e na Europa ministrando conferências e Workshops sobre desenvolvimento pessoal/profissional e faz também cursos para médicos na área de anti-envelhecimento e modulação hormonal bioidêntica.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 11:09


Sugestão Culinária #1

por FOS, em 17.01.14

 

 Culinária Francesa - História, Comidas e pratos típicos

 

A França, além de ter bela arquitetura e paisagens, também é conhecida pela sua comida típica, que mistura queijo, vinho e temperos, entre outros sabores. Em toda região do país existe uma comida tradicional local apreciada por moradores e turistas. Os alimentos e pratos são diferentes em toda região. Por exemplo, a comida do norte é diferente da do sul. Experimentar a comida francesa além de ser prazeroso, refina as nossas habilidades na cozinha.

 

culinária Francesa mistura uma quantidade de especiarias de uma maneira certa, que dão um aroma singular,  é uma das mais tradicionais em todo o mundo. Os seus pratos são servidos em restaurantes temáticos,  praticamente em qualquer país. Os seus chefs influenciaram e influenciam chefs em todos os países do mundo.

 

A França é conhecida merecidamente como a pátria da boa cozinha e suas receitas tipicas. Não é para menos. A série de pratos clássicos regionais e comidas tipicas francesas convivem perfeitamente com as variedades da nouvelle cousine

Uma refeição para os franceses não é apenas alimento, é um ritual em si, um acontecimento especial, o melhor momento do dia. Os franceses acreditam que a duração de uma refeição deve ser a mesma da preparação. Assim, a duração de um almoço em um determinado dia pode durar 2 horas ou mesmo uma noite inteira.

 

A região de Loire e Bretagne estão entre as regiões mais ricas do Oeste da França. A cozinha clássica oferece salmão pocheado, enguias na manteiga e carpas em várias versões. Já a região da Normandia combina tradição de frutos do mar com forte produção agropastoril com produtos como leite, manteiga e creme de leite fresco, além de carnes de cordeiros. Os queijos mais famosos também estão na Normandia (brie, camember e roquefort).

 

A França é um País de muitos vinhos que são consumidos como água, uma refeição sem vinhos é uma refeição incompleta. A bebida é um acompanhamento de todo o banquete,  o vinho tinto geralmente é acompanhado de carne vermelha, enquanto o branco é servido com aves e frutos do mar. Champagne é o nome da região mais famosa de produção do vinho espumante mais famosos do mundo.

 

Provence, de frente para o mediterrâneo, é uma região associada a boa comida, famosa pelo acentuado uso de azeite, alho, ervas, saladas hortaliças, tomates, alcachofras, peixes e frutos do mar. Entre os ingredientes vegetais usados nas receitas incluem o alho francês, a berinjela, a batata, a cebola, a cenoura, a abobrinha e o nabo. A forma requintada pela qual são preparados, deixam os alimentos com um sabor único.

 

O povo Francês consome muita carne e é possível encontrar várias receitas tradicionais francesas que incluem este alimento. As carnes comuns nos menus são de coelho, lebre, porco, carneiro, galinha, cordeiro, peru, pombo. As trufas também são muito consumidas, um tipo de fungos aromáticos, esses fungos crescem na selva, e o Francês usa cachorros e porcos para farejarem.

 

 

Conheça a seguir alguns dos principais pratos tipicos franceses.

 

 

1. Escargots

 

              

 

Escargot é um prato de caracóis cozidos, geralmente servido como aperitivo na França e nos restaurantes franceses.  Ele é tão apreciado que existe até talher especial para degustá-lo.

  

2. Foi gras

  

 

 

Foi gras é um alimento feito de fígado de um pato ou ganso que foi especialmente engordados. Foie gras é uma iguaria popular e bem conhecida na culinária francesa. O sabor é descrito como rico, amanteigado e delicado, ao contrário de um pato comum ou fígado de ganso. É vendido inteiro, ou está preparado para mousse, parfait ou patê (a menor qualidade), e também pode ser servido como acompanhamento de outro alimento, como a carne.

 

3. Quiche lorraine

 

      

 

 

Dourada no forno e em seguida servida quente, habitualmente na companhia de uma salada, a quiche lorraine tornou-se um clássico das refeições francesas que se saboreia de bom grado com um Pinot Blanc d’Alsace , ou com um bom tinto. Bastante simples e económica, o sucesso desta receita deve-se também às suas numerosas possibilidades de variações deliciosas: presunto e gruyère, alho francês e roquefort, legumes verdes…É uma excelente base que se adapta com prazer, segundo as regiões, às estações e aos desejos. Uma infinita variedade de cores e gostos.

 

4. Sopa de cebolas

 

Prato tradicional da cozinha parisiense. Boa parte dos estudiosos acredita que ela nasceu na região de Lyon, no Sudeste do país. Mas a versão incrementada e gratinada da sopa certamente é parisiense. Na Cidade Luz, ela está em tudo quanto é cardápio, de bistrôs populares a requintados restaurantes.

 

 

 

5. Blanquette de vitela

 

 

A blanquette de veau é um prato de carne de vitela, cenouras e manteiga. A palavra “blanquette” vem do fato que o molho do guisado é branco. Todas as carnes sao brancas (galinha, coelho, porco), o carneiro tambem se pode  preparar em “blanquette” embora, os vitelos é o animal de referência.

 

6. Coq au vin

 

 

Coq au vin é um prato típico da culinária francesa, feito à base de carne de galo (opcionalmente frango) e vinho. O tipo de vinho varia de região para região e pode ser tinto, branco e até mesmo champagne. Também podemos adaptar o prato e fazer com frango ou galinha.

 

7. Salmão poché

 

O salmão é cozido pouco a pouco em água com temperos chamada court bouillon. Assim, o peixe preserva toda sua textura e com muito sabor.

 

8. Profiteroles

 

 

Profiterole é uma sobremesa feita com uma massa açucarada recheada com cremes, sorvetes e caldas de acordo com a preferência do consumidor. O doce é bastante popular na França, país no qual foi considerado uma iguaria real em meados do século XVI. Atendendo a um pedido de Catarina de Médicis, soberana da França na época, um chef italiano criou a receita.

 

 

 

Um jantar normalmente é composto por 4 pratos:

 

Aperitivos, prato principalpão e queijo, e a sobremesa.

 

Uma forma elegante de tratar o convidado é oferecer uma bebida conhecida juntamente com o aperitivo, como um Martini por exemplo.

 

 

 

RECEITAS      

 

Agora, vamos conhecer um pouco de algumas  saborosas receitas vindas de França.

 

Trago aqui, 3 receitas francesas, o Ratatouille, Tarte Tatin, e Brioches.

 

RATATOUILLE          

 

 

O ratatouille é uma receita rústica e típica da região de Provença, na França. O nome significa picar, triturar. É um prato a base de legumes. Para preparar o ratatouille não pode faltar berinjela nem tomate. Com o restante dos ingredientes pode-se trabalhar mais à vontade. O pimentão e a abobrinha não são obrigatórios na receita.Fica pronto em 1 hora e meia, e serve de acompanhamento para carnes, crepes ou batatas assadas.

 

Vamos aos ingredientes:

 

1/2 chávena (120 ml) de azeite de olíva

2 cebolas cortadas em rodelas finas

3 dentes de alho picados

1 berinjela média cortada em cubos

2 abobrinhas cortadas em cubos

2 abóboras amarelas médias cortadas em cubos

2 pimentões verdes sem sementes e cortados em cubos

1 pimentão amarelo cortado em cubos

1 pimentão vermelho cortado em cubos

Sal e pimenta moída na hora, a gosto

1 folha de louro

4 raminhos de tomilho fresco

4 tomates grandes picados

2 colheres (sopa) de salsa fresca picada

 

Modo de preparar:

 

Aqueça 1 colher de 1/2 (sopa) de azeite numa panela grande em lume baixo ou médio, adicione a cebola e o alho e cozinhe até que amoleçam. Numa frigideira grande, aqueça 1 colher e 1/2 (sopa) de azeite e refogue os cubos de abobrinha aos poucos até que ela fique ligeiramente dourada em todos os lados. Passe-a para a panela com a cebola e o alho. 
Refogue os legumes restantes - uma porção de cada vez, adicionando 1 colher e 1/2 (sopa) de azeite na frigideira cada vez que você começar a refogar uma nova porção de legumes. Quando todas as porções  estiverem refogadas, passe-as para a panela grande. Tempere com sal e pimenta. Adicione a folha de louro e o tomilho e cubra a panela. Cozinhe em lume médio por 15 e 20 minutos. Adicione os tomates picados e a salsa à panela e cozinhe mais 10 a 15 minutos. Mexa ocasionalmente. O prato fica pronto em cerca de 1 hora e meia.

 

TARTE TATIN

 

 

 

 

Tomates, pêssegos, damascos, framboesas, groselhas, maças, uvas, todos estes ingredientes são usados na preparação de tartes.

 

Dizem que esta tarte foi inventada por um erro das irmãs Caroline e Stephanie Tatin, donas de um hotel em Lamotte-Beuvron, na região de Sologne. Stéphanie, a encarregada da cozinha, teria preparado a tarte de maçãs, esquecendo-se de colocar a massa na forma antes das maçãs. Por isso, inverteu a ordem dos ingredientes. Além disso , serviu o doce sem deixar arrefecer o suficiente. Aqui fica, a receita: 

 

Ingredientes:

 

Para o recheio:

 

- 8 maçãs grandes descascadas, sem miolo e cortadas em 8 gomos

- 300 g de manteiga

- 200 g de açúcar

 

 

Para a massa:  

 

- 250 g de farinha de trigo

- 30 g de açúcar

- 125 g de manteiga gelada cortada em cubos

- 1 colher (café) de sal

- 3 colheres (sopa) de água gelada

 

Modo de preparar o recheio:

 

Numa forma  de 22 cm de diâmetro derreta a manteiga e polvilhe o açúcar. Disponha os gomos de maçã com a parte côncova para cima e cozinhe por 15 minutos ou até caramelizar o açúcar.

 

Modo de preparar a massa:

 

Misture a farinha de trigo com o açúcar e a manteiga e esfarele e com as pontas dos dedos até formar uma massa grossa.

Junte o sal e a água aos poucos até obter uma massa homogênea. Embrulhe com película e deixe no frigorífico 30 minutos.

Abra a massa com o rolo e disponha sobre a forma com as maças caramelizadas.

Por no forno 15 minutos, retire e deixe descansar um pouco. Vire a tarta sobre um prato e decore com creme de chantilly e sirva ainda quente.

 

 

BRIOCHES

  

 

 

Ingredientes da Receita de Brioches (12 Unidades)

1/2 kg de farinha de trigo

250g de manteiga
4 ovos
1 tablete de fermento para pão
1 colher (sopa) de açúcar
1/2 chávena (chá) de leite morno

1/2 chávena de água morna
1 gema
1 pitada de sal

Como Fazer Brioches

Modo de preparar:

Esfarelar o fermento numa tigela e colocar 1 colher de açúcar, 1 colher de farinha e água morna (sem mexer). Deixar levedar durante 10 minutos. Noutra tigela, misturar a farinha, a manteiga amolecida, o ovos, o sal, o leite e o fermento levedado. Trabalhar a massa com a mão até ficar lisa. Deixar descansar em lugar abafado (como o forno do fogão desligado), coberto com um pano. Fazer pequenos pães redondos, colocar em forminhas untadas para empada, enfeitando com uma bolinha de massa no meio. Deixar descansar em lugar abafado, cerca de 30 minutos, pincelar com a gema, misturar a uma colher de água e por no forno quente durante 15 minutos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 11:59

A nossa Associação está no Facebook!

 

Podem aceder através da seguinte ligação:

 

https://www.facebook.com/essenciapartilha.patas

 

Façam gosto e divulguem pelos vossos amigos!

 

Se tiverem fotografias da FOS ou do PATAS, estejam à vontade para lá colocar.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 14:58


Fotos + Passeios #1

por FOS, em 10.01.14

Visita de estudo 1º trimestre 2013/2014

 

 

No final do primeiro trimestre do ano lectivo 2013/2014, os alunos da FOS e alguns professores foram visitar o Museu do Vidro na Marinha Grande e o Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota. 

 

No Museu do Vidro foi possível admirar bonitas obras de arte nos mais variados tipos de vidro, assim como assistir às demonstrações de como construir peças decorativas e outros, feitas pelos artesãos que, com mestria transformavam barras de vidro em animais, plantas e outros nas mais variadas opções, tamanhos, feitios e cores. 

 

Já com o apetite a chamar, foi hora do salutar convívio entre professores e alunos, num confraternizante almoço no restaurante Monte Grande, perto da Marinha Grande.

 

À tarde todos tiveram a oportunidade de assistir a uma visita guiada ao Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota, que incluiu uma sessão multimédia explicativa desta importante batalha na história de Portugal.

 

Deixamos abaixo as fotografias e contactos dos locais visitados.

 

Foi um dia bem passado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Museu do Vidro, Marinha Grande

http://ww2.cm-mgrande.pt/Site/Frontoffice/default.aspx?module=Article/Article&ID=201

 

Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota
http://www.fundacao-aljubarrota.pt/?idc=50

 

Restaurante Monte Grande

http://www.quintamontegrande.com/marinha/index.php?pagina=marinha

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:52


Disciplinas FOS

por FOS, em 05.01.14

Expressão Plástica e Artística

  • Técnicas de Bordados
  • Artes Decorativas

 

Línguas

  • Português (Iniciação)
  • Inglês
  • Francês

 

Expressão Corporal

  • Ginástica - Pilates Sénior

 

Ciências Naturais e Exactas

  • Escolhas Alimentares
  • Ciências

 

Ciências Sociais, Humanas e Políticas

  • História

 

Informática

  • Informática 0
  • Informática 1
  • Informática 2
  • Informática 3

 

Saúde, Segurança e Bem-Estar

  • Segurança e Prevenção

 

Teatro e Expressão Musical

  • Teatro

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 14:36


Períodos Lectivos 2013/2014

por FOS, em 04.01.14

1º trimestre

30 de Setembro a 20 de Dezembro

 

 

2º trimestre

6 de Janeiro a 4 de Abril

(interrupção de Carnaval dias 3, 4 e 5 de Março)

 

 

3º trimestre

22 de Abril a 6 de Junho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 14:25


A FOS

por FOS, em 03.01.14

Ao desenhar o modelo de funcionamento da FOS, foram tidos em conta dois aspectos essenciais: a necessidade de recorrer a voluntários para leccionar as diversas formações e o cariz filantrópico da associação promotora deste projecto.

 

O primeiro aspecto referido fez com que a criação de ofertas formativas estivesse largamente dependente da colaboração de voluntários, pelo que a aposta constante na divulgação da FOS e consequente recrutamento de formadores tenha sido fundamental para o início do projecto.

 

O objectivo de responsabilidade social da Associação de Voluntários Essência da Partilha, promotora do projecto, levou a que as actividades fossem desenvolvidas de forma a não sobrecarregar financeiramente os beneficiários. Para tal, foi necessário contar com o apoio de parceiros e patrocinadores, como foi o caso da Fundação Portugal Telecom que cedeu equipamento informático essencial ao arranque e desenvolvimento deste projecto.

 

Também a necessidade de instalações, adaptadas às especificidades das formações oferecidas e principalmente às condições físicas dos utilizadores foi um tema que mereceu a atenção da Junta de Freguesia de Moita do Norte, que gentilmente cedeu uma antiga escola primária investindo assim na formação e ocupação dos tempos livres dos seniores da Freguesia e do Concelho.

 

A aposta na melhoria contínua da gestão deste projecto é uma constante preocupação dos seus coordenadores e da direcção da associação promotora. A entrada da FOS na RUTIS, entidade representativa e certificadora das Universidades Seniores Portuguesas, reflecte este objectivo, trazendo inúmeras vantagens para alunos e professores, bem como, uma maior visibilidade do projecto FOS no Concelho e Região. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 14:04

footer

As publicações desta página são da inteira responsabilidade e autoria da FOS - Essência da Partilha - excepto quando referido o contrário. Não está autorizada a partilha de qualquer conteúdo, sem informação e autorização prévia por parte dos autores do Blog.

Pág. 1/2



Contactos

Encontre abaixo os nossos contactos:

E-MAIL

formacao.ocupacional.seniores@gmail.com

TELEFONE

969 192 186 | 916 676 466 | 249 726 596 Vânia (Coordenadora FOS): 912 993 415

MORADA

Escola Primária do Cardal | Rua Miguel Torga, s/n - Cardal | 2260-517 Vila Nova da Barquinha

RUTIS

A FOS é membro da RUTIS desde 2013. Saiba mais sobre a RUTIS aqui: http://www.rutis.pt/


Deixe-nos uma mensagem

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Pesquisar

Pesquisar no Blog