Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sugestão de Jardinagem #2

por FOS, em 28.02.14

 

 

 

Esta sugestão foi elaborada pelos alunos do Clube de Jardinagem

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

A FOS a partir deste ano disponibiliza para todos os interessados a disciplina de Segurança e Prevenção com o seguinte objetivo:

  • Ajudar a pessoa sénior a identificar os riscos de acidente nas atividade ocupacionais da vida diária (tarefas domésticas, atividade física, participação na sociedade, profissionais…);
  • Sugerir medidas de prevenção e proteção dos riscos ocupacionais.

 

Os provérbios ou ditados populares muitas vezes verbalizados, são frases de carácter popular, com um texto mínimo de autor anónimo e que se baseiam no senso comum e na sabedoria popular de um determinado meio cultural.

 

 “Vale mais prevenir que remediar.”

“Vale mais perder um minuto na vida do que a vida num minuto.”

“Um homem prevenido vale por dois.”

 

Estas são algumas frases que nos habituamos a ouvir da boca dos nossos avós e que fazem parte do nosso imaginário. São intemporais e aplicam-se a todos independentemente da condição social, idade ou atividade do dia-a-dia que a pessoa realize.

 

 

 Os acidentes não acontecem só aos outros como comprovam as estatísticas nacionais e as noticias que diariamente nos chegam através dos órgãos de comunicação social. Todos nós, em alguma situação, já sofremos acidentes mais ou menos graves e temos familiares ou amigos que também passaram pelo mesmo. A gravidade das consequências em muitos casos impediu os envolvidos de continuar a realizar as suas atividades durante um determinado período de tempo, com tudo que isso implica em termos físicos e psicossociais. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 12:12


Dica da Semana #2

por FOS, em 21.02.14

 

O Mel e a Canela - Mezinhas que não fazem mal!

 

O mel e a canela juntos fazem autênticos milagres…

A Natureza deu-nos tudo aquilo de que precisamos. Só não aproveitamos porque não queremos, ou porque, muitas vezes, desconhecemos os benefícios de alguns produtos. E como os media nos bombardeiam com produtos quimicamente “milagrosos”, lá vamos nós na cantiga…

 

Se o mel e a canela, cada um por si, já são um detentores de superpoderes, imagine quando formam equipa.

 

Senão, vejamos…

 

Os benefícios do mel

Para começar, o mel não se estraga. Além disso, é riquíssimo em vitaminas e um antibiótico natural maravilhoso.

Os especialistas recomendam cerca de uma colher de sopa por dia. Podemos misturar em chás, leite, café, como substituto do açúcar. Atenção, crianças com menos de 3 anos e diabéticos não devem tomar mel.

 

Misturar mel com canela

Adicionar canela ao mel cura a maior parte das doenças. Que maravilha, não? Ainda por cima esta é uma mistura deliciosa!

 

  • Receita de longevidade - Misture quatro colheres de sopa de mel com uma colher de sopa de pó de canela. Dissolva esta pasta numa quantidade de água quente equivalente a 3 chávenas. Deixe a mistura assentar para que forme um chá. Vá tomando durante o dia, dividindo em 4 partes iguais. Ao fazer isto com regularidade, melhorará o aspecto da sua pele (maior frescura e suavidade) e diminuirá a sensação de fadiga do organismo. Terá maior energia para as suas actividades diárias.

 

  • Misture canela em pó com mel de forma a criar uma pasta homogénea - Barre o pão, substituindo a manteiga ou a geléia. O uso desta mistura regular desentope as artérias, reduz o colesterol evitando ataques cardíacos e problemas coronários. A respiração também melhora e são fortalecidos os batimentos do coração.

 

  • Combata o colesterol - Adicionando uma colher de sopa de mel e três colheres de chá de canela ao chá.

 

  • Melhore o sistema imunológico - Usando frequentemente mel com canela. Tornará o organismo mais resistente e imunizado contra muitas doenças virais.

 

  • Calvície – Aplique sobre o cabelo uma pasta de uma colher de sopa de mel, uma colher de chá de canela e azeite quente. Aguarde de 5 a 10 minutos e lave o cabelo normalmente.

 

  • Dor de dentes –  Aplique, 3 vezes ao dia, sobre o dente dorido uma pasta feita com uma colher de chá de pó de canela e cinco colheres de chá de mel.

 

  • Constipações – Durante 3 dias, tome 1 colher de sopa de mel morno com uma colher de sopa de pó de canela. Bom também para a tosse crónica.

 

  • Distúrbios gástricos – Se sofre de gases, flatulência, digestão difícil, gastrites e úlceras, deve tomar mel com pó de canela: uma colher de sopa de mel e uma colher de sopa de canela diluídos em meio copo de água. Tome a mistura após as refeições excepto nos casos de digestão difícil, em que deve tomá-la antes.

 

  • Picadas de insectos - Misture uma colher de chá de mel, duas colheres de chá de água morna e uma colher de chá de canela em pó. Faça uma pasta com os ingredientes e esfregue-a suavemente sobre a picada. A dor e a irritação irão desaparecer rapidamente.

 

  • Artrite - Misturar uma chavena de água quente com duas colheres de chá de mel e uma colher de chá de canela em pó.
    Beber uma de manhã e uma de noite. Se tomar com frequência pode até curar a artrite crónica.
    Numa pesquisa feita na Universidade de Copenhaga os médicos deram aos seus pacientes diariamente, antes do café da manhã, uma colher de chá e mel e 1/2 de canela em pó. E numa semana, de 200 pacientes que seguiram o tratamento, 75 deixaram de ter dor.
    Um mês depois todos os pacientes estavam livres da dor, mesmo aqueles que quase já não conseguiam caminhar.

 

  • Infecção renal - Um copo de água morna misturada com duas colheres de chá de canela em pó e uma colher de chá de mel, mata os germes que produzem infecção nos rins. Tomar de manhã e á tarde até que a infecção acabe.

 

  • Perda de peso - Diariamente, meia hora antes de deitar e meia hora antes de tomar café, beba mel com canela fervido numa chavena de água.

 

  • Dor de garganta - Tome de quatro em quatro horas uma colher de chá de mel misturada com meia colher de vinagre de Sidra.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 22:01


(clique nas imagens para ver em grande)



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51


Dica alimentar #1

por FOS, em 16.02.14

A Roda dos Alimentos – Um guia para a alimentação saudável

 

A Roda dos Alimentos é uma representação que nos ajuda a escolher e a combinar os alimentos que deverão fazer parte da alimentação diária.

É um símbolo, em forma de círculo, que se divide em segmentos de diferentes tamanhos. Cada segmento representa um grupo e cada grupo reúne alimentos com propriedades nutricionais semelhantes.

A Roda dos Alimentos, ao contrário da pirâmide, não hierarquiza os alimentos, mas atribui-lhes igual importância, pois tudo faz bem e tudo faz mal, o que interessa é a quantidade!

A roda dos alimentos ensina-nos as três regras fundamentais para a prática de uma alimentação saudável, que são:

  • Alimentação completa – ingerir ao longo do dia alimentos de todos os grupos;
  • Alimentação variada – variar os alimentos dentro de cada grupo ao longo do dia;
  • Alimentação equilibrada – respeitar as porções diárias recomendadas e as quantidades de equivalentes indicados;

 

A Roda dos Alimentos é constituída por 7 grupos alimentares, sendo eles:

  • Cereais e derivados, tubérculos;
  • Hortícolas;
  • Fruta;
  • Lacticínios;
  • Carnes, pescado e ovos;
  • Leguminosas;
  • Gorduras e óleos.

No centro encontra-se a água, uma vez que todos os alimentos são constituídos por este elemento e mais de 50% do nosso organismo é água. Um dos objectivos de água se encontrar no meio é alertar para o seu consumo – beba água com e sem sede!

Cada um dos grupos apresenta funções e caraterísticas nutricionais específicas, pelo que todos os grupos devem estar presentes na alimentação diária. Veja a imagem e descubra as propriedades de cada grupo.

 

Esta dica foi elaborada pela formadora Filipa Simas, da disciplina de Escolhas Alimentares

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 16:29


Fotos + Passeios #2

por FOS, em 14.02.14

Visita de Estudo 1º trimestre 2012/2013

 

 

No dia 17/12/2012, realizou-se uma visita de estudo a Vialonga, na qual fomos ver como se fabrica o precioso líquido: a cerveja!

 

 

Começámos por ver o local onde se faz a germinação da cevada, onde vimos também os tipos de malte que servem para as diversas referências de cerveja. Em seguida passamos pela zona onde se faz a fermentação, passamos junto à zona dos laboratórios, vimos a zona de lavagem de vasilhames, a zona de enchimento e embalagem dos produtos. No final da visita fomos encaminhados para um beberete no bar da empresa, onde se provaram alguns dos produtos produzidos.

 

   

 

 

De Vialonga seguimos com destino a Almeirim, local escolhido para o almoço. Este que já se encontrava encomendado no restaurante O Forno e onde se comeu e bebeu. A seguir ao almoço fomos visitar a Adega Cooperativa de Almeirim.

 

Nesta visita fomos ver como se fabrica o vinho, desde a recepção das uvas, o engarrafamento, até ao embalamento do mesmo.

À chegada das uvas, estas são despejadas para um depósito de onde depois são transportadas por meio de sem-fim, para o esmagador onde são esmagadas passando depois para as cubas de fermentação. Aqui será vigiado, em termos de temperatura, durante um determinado tempo.

Depois de pronto, o vinho é então canalizado para a linha de engarrafamento. Há linhas para garrafas de 0,33,  0,75, 1 e 5 litros.

 

 

 

 

No fim regressamos a casa depois de um dia bem passado! 

 

 

Central de Cervejas, Vialonga

http://www.centralcervejas.pt/pt/servicos-cliente/visitas-%C3%A0-f%C3%A1bricamuseu.aspx

 

 

Adega Cooperativa de Almeirim

http://www.adegaalmeirim.pt/contactos.php

 

 

Restaurante O Forno, Almeirim

http://restaurante-oforno.pt/pt

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:03


As aulas da FOS #3 - Informática

por FOS, em 13.02.14
A disciplina de informática foi a que serviu de "mote" ao início da FOS, pois sentia-se no nosso Concelho uma grande necessidade de ligar os seniores às novas tecnologias de informação e comunicação.
 

 

 

Com o apoio da Fundação Portugal Telecom, que nos cedeu para o ano lectivo 2013/2014 vários materiais informáticos (computadores, monitores, telas de projecção, impressoras, etc.) as aulas decorrem agora num novo espaço, mais apropriado à sua realização. Também a Sociedade Central de Cervejas cedeu monitores e teclados para o complemento da sala.

 

 

 

Actualmente, a FOS conta com 6 turmas de informática, distribuídas pelos seguintes níveis:

- Nível 0

- Nível 1

- Nível 2

- Nível 3 

 

 

 

São vários os conteúdos leccionados nas aulas, sendo os mais importantes os seguintes:

- Microsoft Word

- Microsoft Powerpoint

- Microsoft Excel

- Utilização da Internet, do e-mail e de serviços VoIP

 

 

 

A FOS, através das aulas de Informática, chega actualmente a cerca de 40 seniores, abrindo-lhes portas ao conhecimento e à partilha de informação.

 

 

 

A FOS agradece a todos os parceiros que contribuem para a realização das aulas de infomática, bem como aos formadores voluntários que apoiam ou apoiaram este projecto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 11:59


Dica Mensal de Segurança #1

por FOS, em 11.02.14

PREVENCÃO DE ACIDENTES OCUPACIONAIS 

EM AMBIENTES DOMÉSTICOS

 

 

Os envolvimentos domésticos são indissociáveis em termos estruturais do tipo de construção, da compartimentação interior, onde nos casos mais comuns podem existir cozinhas, quartos, salas, corredores, escritórios e casas de banho, e dos espaços anexos exteriores, onde temos as garagens, piscinas, pátios e jardins.

Por forma a tornar estes espaços funcionais, confortáveis e seguros a colocação no seu interior de mobiliário, eletrodomésticos e utensílios deve seguir determinadas disposições.

A maioria dos traumatismos é devido a acidentes domésticos e de lazer, que ocorrem nos espaços que compõem a habitação e com as condições do ambiente físico envolvente aí existente (envolventes domésticos), e afetam particularmente os grupos vulneráveis, indivíduos com menos recursos, crianças e idosos.

Seguidamente sugiro algumas dicas de segurança que entendo essenciais para prevenir os riscos de acidente no espaço da cozinha, atendendo que se trata de um local onde existem muitos equipamentos, se desenvolvem variadíssimas tarefas e as pessoas permanecem muito tempo (pais, filhos e netos) quando comparado com os restantes espaços da habitação.

Antes de anunciar medidas de organização do espaço e prevenção de acidentes, cada pessoa deve procurar respostas para as seguintes questões:

  • Que tipo de tarefas realizo normalmente na cozinha?
  • Que tipo de materiais e produtos utilizo?
  • Quantas e que pessoas utilizam a minha cozinha?
  • Que tarefas consigo fazer em segurança com as minhas condições saúde e funcionais? 

 

 

Dicas de segurança no espaço da cozinha

 

     1. Verifique periodicamente os sistemas de energia utilizados nos eletrodomésticos:

  • Sistema de electricidade (estado dos fios, ligações, sobrecarga, humidades, ligação terra);
  • Sistema de gaz (tubagens, ligações, escoamento de gazes, instalação das garrafas no exterior);

     2. Iluminação da cozinha:

  • Utilize sempre que possível luz natural;
  • Coloque lâmpadas que garantam a iluminação necessária para realizar as tarefas com segurança (evite as sombras);
  • Ligue sempre a luz antes de entrar no espaço da cozinha.

     3. Na organização e funcionamento deve atender às principais tarefas realizadas, ao tipo de eletrodomésticos, mobiliário, utensílios existentes e produtos utilizados:

  • Na organização deste espaço e arrumação de objectos siga sempre os seguintes dois princípios,

“Estarem facilmente acessíveis, visíveis e seguros”

“Estarem todos materiais de acordo com a frequência de utilização”

  

 

Figura 1 - Regra básica para arrumação de objectos de acordo o peso

 

 

     1. Organização, arrumação e limpeza:

  • Coloque os objectos mais utilizados à mão, mas em posições seguras para evitar o perigo da sua queda ou choque contra os mesmos;
  • Arrume os eletrodomésticos, mobiliário, utensílios e produtos próximos do local onde decorre cada tarefa e ao seu alcance;
  • Colocação de objectos,

-     Os pesados que tem que ser alcançados com maior frequência devem ser manipulados com as duas mãos e estar localizados entre 70cm e 1,30m de altura,

-     Os objectos leves e de utilização pouco frequente que podem ser alcançados com uma mão devem ser colocados entre os 50-70cm, ou entre os 1,3m - 1,8m em altura;

-     Evite colocar os objectos abaixo dos 50cm porque terá de inclinar muito o tronco à frente e acima de 1,80m porque dificulta o seu alcance,

-     Peça ajuda sempre que tiver de transportar objectos mais pesados (ou alcançar objectos muito altos) e evite subir a bancos e escadotes;

 

  • Na arrumação considere as seguintes situações especiais,

-     Coloque os produtos limpeza/químicos em local de maior alcance em altura, afastados dos alimentos e inacessíveis às crianças e animais, bem identificados e nos respectivos recipientes com os rótulos em condições de leitura;

-     Acondicione os medicamentos em local de maior alcance em altura, inacessível às crianças, devidamente identificados e em condições de temperatura,

-     Caso não seja possível colocá-los num espaço alto, colocar os produtos tóxicos e medicamentos em armário fechado à chave;

 

 

  

Figura 2 Arrumação dos produtos químicos de limpeza em prateleiras altas ou armários fechados

 

  • Deixe sempre os corredores de circulação livres de obstáculos, evite a utilização de tapetes, camas de animais de companhia, bibelots, fios eléctricos, vazos…;
  • Mantenha sempre o espaço arrumado e o piso limpo e seco para evitar a ocorrência de quedas, principal causa de acidentes domésticos.

 

      2. Funcionamento:

 

  • Durante e após a confecção dos alimentos, os recipientes utilizados devem ter a base bem assente na superfície de apoio com as pegas posicionadas voltadas para o interior do fogão ou bancada ou mesa;
  • Os utensílios cortantes e perfurantes devem ser separados dos restantes e sempre que possível embainhados;
  • Quando utilizar equipamentos que envolvem movimentos mecânicos utilize roupa com as mangas justas aos braços;
  • Proteja-se com luvas/pegas sempre que tenha de se aproximar de espaços com temperaturas extremas e tocar em superfícies muito quentes;
  • Antes de manusear produtos de limpeza/químicos leia com atenção e siga as instruções de segurança descritas no rótulo do produto, e coloque os equipamentos de proteção (luvas, botas, óculos);
  • Lave sempre as mãos com sabão após utilizar/manusear produtos tóxicos/químicos. 

 

 

   

Figura 3 – Rótulo da lixivia com as instruções de segurança e sinalética mais utilizada

 

 

(As dicas relativas à utilização dos eletrodomésticos serão apresentadas no próximo artigo.)

 

“Nunca se esqueça que ficam expostos aos riscos existentes na cozinha os que nela realizam as tarefas, assim como, todos os utentes que frequentarem este espaço…”

 

 

 

Esta dica foi elaborada pelo formador António Ribeiro, da disciplina de Segurança e Prevenção

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 10:22


Sugestão Culinária #2

por FOS, em 07.02.14

Dicas e truques de poupança e não só... na cozinha!

 

Embalada, não!

Evite comprar carne já embalada, é mais cara o quilo e fará com que gaste mais dinheiro. Por exemplo, no talho compre um frango inteiro e peça para tirar os peitos , ou faça-o em casa. Corte o restante frango em pedaços que poderá guisar, estufar, fazer com arroz, com massa,etc. Com o peito do frango pode também fazer bifes. Estará a comprar o peito de frango (geralmente o triplo do preço do frango por kg) ao preço do kg do frango.

 

Bom e barato!

Experimente comprar asas de peru para assar no forno, são muito boas e bastante em conta.

 

Faça sopa!

Faça sopas. Começar uma refeição com uma sopa é mais nutritivo e sacia a fome para a restante refeição. Pode optar por comprar legumes, cortá-los e congelá-los em sacos, já com a mistura de legumes preparada (por exemplo, espinafres, cenoura às rodelas, lombardo cortado, etc). Assim quando precisar é só retirar do congelador e pôr na panela e num instante terá uma deliciosa sopa cheia de legumes. Pode optar também por fazer caldos com coentros e alho e servir tipo açorda com pão e ovo escalfado. 

 

Mãos a cheirar a peixe, alho ou cebola?

Para tirar cheiros em geral das mãos, (p.ex. peixe, alho, cebola) nunca use detergente ou sabão. Experimente lavar as mãos com água enquanto esfrega nelas uma colher de inox ou uma faca (do lado contrario ao da lamina claro) como se fosse uma barra de sabão. O cheiro desaparece como por magia!!

Outro truque para tirar o cheiro a alho das mãos é esfregar com salsa ou com borras de café.

 

Não chore mais pela cebola!

Para não chorar ao cortar a cebola existem vários truques:

Espete na ponta da faca um pedaço de pão (o pão vai “absorver” o ácido da cebola que nos faz chorar)

Experimente também cortar a cebola fresca, ou seja, coloque previamente a cebola descascada no frigorifico

Corte a cebola debaixo de água fria.

 

Tá bom, o ovinho?

Pegue numa taça funda e encha de água. Mergulhe os ovos  observe, se algum ovo boiar, é porque está estragado.

 

Não me diga que salgou a comida!

Para um prato que ficou muito salgado, junte-lhe uma batata crua partida. Deixe ferver um pouco. A batata vai absorver o sal em excesso.

 

Cheira a peixe na casa toda?

Para reduzir o cheiro de peixe no ar, ponha um pouco de sumo de limão no óleo em que vai fritar o peixe.

 

O vinagre faz isso?

O vinagre é o melhor antibacteriano que pode usar e muito em conta. Por exemplo, pode limpar várias zonas da sua cozinha com vinagre; o frigorífico, o lava-loiças, etc. Mas atenção, não utilize o vinagre sobre mármores pois o ácido corrói as pedras.

 

Esta eu não sabia!

Por vezes é difícil manter a película aderente esticada quando tenta tapar um recipiente. Se guardar o rolo de película no frigorífico vai ver que será mais fácil.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 11:30


Agenda Cultural #1 - Fevereiro

por FOS, em 05.02.14

O Entro.CULTURAS  que é uma iniciativa que pretende aproximar as Associações Culturais do Concelho do Entroncamento à população. Esta iniciativa vai-se realizar todos os segundos e quartos domingos de cada mês, em Fevereiro podemos ver a 12 a Tuna e Escola de Cavaquinhos da Universidade Sénior do Entroncamento e a 26 o Orfeão do Entroncamento.

 

 

 

No dia 15 de Fevereiro tem lugar no Auditório do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha a Conferência "Gestão do Orçamento Familiar", organizada pela Essência da Partilha. É uma conferência a tomar nota, até porque a entrada é gratuita.

 

  

E como não podia deixar de ser temos de falar em petiscos e para isso nada melhor do que visitar os restaurantes do concelho de Vila Nova da Barquinha que se unem para mais uma edição do “Mês do Sável e da Lampreia”, entre 8 de Fevereiro e 20 de Abril.

 

 

 

 

Esta agenda foi elaborada pela formadora Ana Moita, da disciplina de Teatro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

footer

As publicações desta página são da inteira responsabilidade e autoria da FOS - Essência da Partilha - excepto quando referido o contrário. Não está autorizada a partilha de qualquer conteúdo, sem informação e autorização prévia por parte dos autores do Blog.

Pág. 1/2



Contactos

Encontre abaixo os nossos contactos:

E-MAIL

formacao.ocupacional.seniores@gmail.com

TELEFONE

969 192 186 | 916 676 466 | 249 726 596 Vânia (Coordenadora FOS): 912 993 415

MORADA

Escola Primária do Cardal | Rua Miguel Torga, s/n - Cardal | 2260-517 Vila Nova da Barquinha

RUTIS

A FOS é membro da RUTIS desde 2013. Saiba mais sobre a RUTIS aqui: http://www.rutis.pt/


Deixe-nos uma mensagem

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728

Pesquisar

Pesquisar no Blog