Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No dia 24 de Outubro a FOSTuna actuou no Lar Fernando Eiro Gomes, no Entroncamento, onde foi muito bem recebida.
Agradecemos o convite e esperamos que tenham gostado tanto quanto nós!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(algumas fotografias foram retiradas da página de facebook do Lar Fernando Eiro Gomes)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:39


Sugestão Culinária #10

por FOS, em 26.09.14

Alimentação na 3ª idade – Dicas para promover a qualidade de vida de nossos Séniores

 

  

                   

Envelhecer numa Sociedade como a nossa, em que a beleza estética e o vigor físico são super valorizados, é um processo sofrido. Convencionou-se que a 3ª idade começa aos 65 anos, mas existem fatores que podem influenciar no processo de envelhecimento, entre eles a alimentação.

Portanto a alimentação consciente é importante em qualquer idade, mas no caso do idoso é fundamental tomar medidas quanto ao tipo de alimento a ser oferecido e também desenvolver ações que garantam seu bem estar. Uma relação baseada em carinho reflete numa boa qualidade de Vida, perceber as suas carências, os seus medos, as suas necessidades.

 

 

Ter companhia na hora das refeições contribui para que haja mais cuidado com o tipo de alimento consumido e que o idoso se alimente de maneira adequada tanto em qualidade, quanto em quantidade. Sentar-se à mesa confortavelmente, em companhia de outras pessoas, sejam elas da família, amigos ou cuidador, proporciona prazer, abre o apetite, massageia a auto-estima. Claro que com essa vida agitada que levamos nem sempre conseguimos manter esse vínculo em todas as refeições do dia. Mas podemos reservar alguns horários onde todos, ou a maioria da família esteja reunida, incluindo nosso idoso no convívio familiar. Ele se sentirá prestigiado, querido e útil.       

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Alimentação Saudável para pessoas idosas

 

Esse cardápio além de saudável deve ser atrativo. Precisa despertar a vontade de comer. Conseguimos isso variando a maneira de servir os alimentos, brincando com texturas, cores, sabores, evitando a monotonia alimentar.

 

 

 

 

 

 

 

 


A mesa deve estar posta de maneira bonita, mas simplificada, criando contrastes entre talheres, prato e toalha, facilitando a identificação dos utensílios. Dar autonomia ao idoso é importante, principalmente se houver limitação de visão ou na coordenação motora.

O sal geralmente passa a ter seu uso reduzido. Para não deixar a comida insípida, sem gosto, podemos abusar de outros temperos mais saudáveis como o cheiro verde, a cebola, o alho e as ervas aromáticas, criando novos sabores, despertando sensações.

 

São necessárias 5 refeições ao dia: pequeno almoço, almoço, jantar mais 2 lanches. Escolha alimentos saudáveis, dê preferência aos Orgânicos e não industrializados. Os alimentos devem ser cortados em pedaços menores e se houver dificuldade de mastigação, picar, ralar, amassar, desfiar ou bater no liquidificador. Para cozinhar, azeite extra virgem, no caso do óleo, prefira o de girassol, não sujeito às sementes transgênicas.

Frutas, legumes e verduras são ricos em vitaminas, minerais e fibras, portanto devem ser a base de todas as refeições e lanches, evitando com isso, entre outras coisas a prisão de ventre. Valorize o sabor natural dos alimentos e das bebidas evitando ou reduzindo o açúcar.

 

 

 

 

Prefira bolos, pães e biscoitos preparados em casa, que são ótimas opções para lanches. Caso não seja possível leia sempre os rótulos: escolha os tipos e as marcas com menores quantidades de aditivos químicos, gordura total, gordura saturada, gordura trans e sódio. Atenção: biscoitos de água ou cream crackers parecem inofensivos, mas são ricos em sódio e gordura vegetal.

O idoso precisa ser avisado sobre a necessidade de se hidratar. Tomar líquidos devagar, gole por gole, seja água, sumos ou vitaminas. Devemos lembrá-los que isso faz bem ao organismo facilitando o funcionamento dos intestinos e a hidratação do corpo como um todo. Facilitar o acesso ao filtro é um fator importante. No caso de sumos prefira os feitos na hora ou orgânicos.

Torne sua vida mais saudável, caminhar, dançar, brincar com as crianças, fazer alguns exercícios leves, apanhar sol pela manhã, e muita, muita conversa. Peça que ele conte coisas, comente sobre o que acontece no Mundo, relembre, dê atividade ao seu cérebro. Tudo isso é Vida.

 

 

Um mingau (papa), é uma boa alternativa para o pequeno almoço ou lanche da tarde, pois alimenta e têm nutrientes. Mas nada sem graça, incremente com frutas secas como ameixas, passas, damascos, mel, geléia e não esqueça uma canelinha para aquecer o coração.

 

 

 

Mingau (papa) de Aveia:

Ingredientes:

  • 1 copo de leite fresco
  • 3 colheres de sopa de aveia
  • 1      colher de sopa de açúcar orgânico ou rapadura ralada

 

Como  preparar:


Leve ao lume alto, mexa por cerca de cinco minutinhos ou até o mingau engrossar. Retire do lume e sirva quente
A aveia é um bom complemento para as refeições. Banana amassada com aveia é bem gostoso. Bata aveia no liquidificador com sumos, vitaminas de frutas e sopas.

No feijão cozinhe com beterraba, cenoura e chuchu. Os nutrientes ficam no caldo que, além disso, ganha uma linda cor. Na hora de servir retire os legumes e faça uma sopa com eles. Falando em legumes, aproveite a água usada para cozinhá-los para fazer sopas ou cozinhar o arroz, nela ficam retidos muitos nutrientes como vitaminas e minerais.

 

Mingau de Milho

Ingredientes

  • 2      espigas de milho orgânicas e maduras
  • 2      colheres (sopa) de açúcar orgânico ou rapadura raladinha
  • 1 pitada de sal marinho
  • Cravo e canela a gosto
  • Leite fresco a gosto

 

Como preparar:


Descasque os milhos, retire os grãos e bata no liquidificador com água. Passe na peneira. Coloque cravo, canela, açúcar e uma pitada de sal. Leve ao lume. Quando engrossar, ponha leite até chegar à consistência preferida.

 

 

 

Arroz divertido

Faça o arroz normalmente. Pegue 1 cenoura, algumas vagens e ½ pimentão e corte tudo em pedacinhos bem pequenos. Refogue no azeite e misture ao arroz. Se preferir faça com arroz integral orgânico. Fica bonito, saudável e gostoso. Se quiser salpique queijo ralado na hora por cima. Falando em arroz, arroz doce também é muito bom para servir como lanche ou sobremesa.

 

Gelatina de Frutas

 

Ingredientes:

  • 1 e ½      envelope de gelatina em pó incolor e sem sabor
  • 1 litro      do sumo orgânico de sua preferência
  • Sumo de ½ limão
  • 2      colheres (sopa) de uva passa preta

 

Como preparar:


Dissolva a gelatina conforme mandam as instruções da embalagem. Misture o sumo de fruta, o sumo de limão e a gelatina dissolvida. Acrescente as passas coloque em forminhas individuais. Leve ao frio até ficar bem firme.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 17:54

No dia 22 de Setembro a FOSTuna fez mais uma actuação na Unidade de Cuidados Continuados Manuel Fanha Vieira, no Entroncamento, na celebração do 4º aniversário desta Unidade.
A FOS agradece uma vez mais o convite e deseja as maiores felicidades à UCCI!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34


Curiosidades da Semana #1

por FOS, em 22.09.14

 

Artigo elaborado pela aluna Lucinda Vieira

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 16:49


Sugestão de Jardinagem #8

por FOS, em 19.09.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 16:48

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 10:56

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 10:55

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:13

A nossa sala de informática está mais composta, graças aos monitores e computadores portáteis que nos foram gentilmente oferecidos pela empresa Servier Portugal.
 
A Servier Portugal junta-se assim à Fundação Portugal Telecom e à Sociedade Central de Cervejas enquanto apoiante deste projecto.
 
A FOS agradece o apoio de todos!
 

  

 

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 16:57


Dica Mensal de Segurança #8

por FOS, em 10.09.14

CAMINHAR - UM ÓPTIMO EXERCÍCIO

 

Caminhar é fácil, agradável, barato e faz bem…


A prática de actividade e física contribui para a manutenção da autonomia, para uma vida activa independente e ainda, para a prevenção de doenças e melhoria da qualidade de vida.

 

A caminhada como modalidade de actividade física ou deslocamento é uma prática que está a ser adoptada pela população idosa em Portugal devido a aconselhamento médico, por esta ser um tipo de prática acessível e fácil de ser incorporada nas práticas do dia-a-dia com fortes benefícios para a saúde.

 

Os estudos demonstram um aumento da prática desta modalidade nos últimos anos nas actividades quotidianas, mas revelam que ainda é baixa a percentagem de idosos activos.

 

Para que cada pessoa seja classificada como suficientemente activa, considera-se que esta deve caminhar, como forma de deslocamento ou actividade física e de lazer, durante pelo menos 150 minutos semanais (2 horas e 30 minutos).

 

Os riscos da caminhada são quase inexistentes, no entanto antes de começar, cada pessoa deve verificar o seu estado de saúde, procurar realizar a actividade de uma forma progressiva e atender aos aspectos de segurança para evitar acidentes.

 

 

RELEMBRAR E REFORÇAR ALGUMAS DICAS DE SEGURANÇA

Que aspetos deve ter em conta na preparação da sua caminhada?

 

Antes de iniciar a caminhada

Pergunte-se:

Quando vou? Quanto tempo? Qual o vestuário e calçado? Qual o itinerário? Vou sozinho? Como posso comunicar?

  • Escolha o horário do dia que preferir e em que as temperaturas estejam mais amenas (evite as temperaturas extremas);
  • Procure utilizar a vestuário mais adequada à temperatura ambiente e ao esforço que vai realizar, sem esquecer a proteção da cabeça, por forma a sentir-se confortável;
  • A proteção dos pés é muito importante, procure utilizar calçado devidamente ajustado, as meias devem ter a costura pouco saliente e evite utilizar calçado novo em caminhadas mais extensas, os ténis são o mais indicado;
  • Escolha um itinerário adequado à sua capacidade funcional, com piso sem buracos, livre de obstáculos, sem trânsito que permita ver e ser visto pelos condutores e com uma extensão adequada (evite a monotonia);
  • Se a atividade se realizar durante a noite com pouca visibilidade, use um colete de sinalização e uma lanterna para referenciar a sua posição aos condutores ou em caso de acidente;
  • Leve consigo um meio de comunicação e sempre que possível faça a caminhada acompanhada de outra pessoa para tornar o exercício mais agradável;
  • Mesmo que não tenha sede, procure ingerir água antes de iniciar a caminhada, quando sentir sede, é um sinal que corpo já está com falta de água, em marchas que durem mais tempo ou a temperatura seja mais elevada, leve uma garrafa de água para se hidratar durante o percurso;
  • Ingira alimentos antes de fazer a caminhada ou qualquer tipo de atividade física porque vai precisar de energia, mas não coma muito porque pode sentir uma sensação de mal-estar e, ter outras complicações.

 

 

 

 

 

 

Durante a caminhada

Pergunte-se:

Como me estou a sentir? Existem perigos novos? Descobri outro itinerário melhor?

  • Inicie a um ritmo mais lento, durante pelo menos 5 minutos, para aquecer o seu corpo (músculos, articulações e órgãos funcionais) aumentando depois o seu ritmo de forma progressiva;
  • Procure utilizar a técnica de marcha mais adequada,

-        Na colocação do pés toque com os calcanhares primeiro no solo,

-        Adote uma postura do corporal vertical (ereta),

-        Dirija o olhar para a frente e efetue o balanço dos braços alternamente com as pernas,

-        Coloque as palmas das mãos voltadas para a parte lateral das coxas,

-        Respire profundamente inspirando pelas narinas,

-        Ou ainda, observe apenas a paisagem, ou converse com alguém que o acompanhe;

  • Sempre que caminhar com alguém, não se esqueça que não existem duas pessoas exatamente iguais (mesmo ritmo e condição física), procure encontrar o ritmo comum mais ajustado e tire proveito da conversa para que a caminhada seja agradável para o físico e para o cérebro;
  • Se fizer a caminhada acompanhado de um animal de companhia, tenha-o sempre debaixo de olho para evitar quedas (e de terceiros) ou que este fique preso em algum obstáculo e procure cumprir as regras de segurança e ambientais estabelecidas;
  • Se há muito tempo que não faz exercícios não tente recuperar apenas num dia (vá com calma!), não hesite em adotar e dizer que tem de ir a um determinado ritmo, preste sempre atenção aos sinais que o seu corpo lhe envia, não peque por excesso;
  • Durante o percurso procure ir atento a eventuais perigos (quedas, atropelamento, desidratação…) e reconheça eventuais alternativas para a caminhada do dia seguinte;
  • Caso não se sinta bem durante a caminhada (dores musculo-articulares, desconforto…), diminua o ritmo ou não continue conforme a situação e peça ajuda. 

 

 

Depois da caminhada

Pergunte-se:

Como posso fazer os alongamentos? Amanhã vou caminhar? O que tenho de alterar?

  • Ingira água para repor os níveis de água que o organismo perdeu na transpiração e respiração;
  • Evite parar de imediato porque o organismo está aquecido e necessita de gradualmente passar para a condição de repouso, efetue alguns exercícios de alongamento, para manter ou desenvolver a flexibilidade do seu corpo, ou caminhe lentamente durante 10 minutos;
  • Depois dos alongamentos, tome um banho para relaxar e minimizar as dores dores musculares, não se esqueça que é necessário manter uma rotina de exercício para obter resultados. 

 

 

 

 

Através da atividade física podemos perceber melhor os sinais enviados pelo nosso corpo, procure senti-los. O nosso corpo foi feito para se movimentar e a caminhada, embora seja uma atividade fácil, que não exige nada além da força de vontade e alguns minutos, permite melhorar o sistema cardio-respiratório, a força dos membros inferiores e manter o equilíbrio.

 

Andar é fácil, agradável, barato, seguro e faz bem. Aproveite o tempo que dispõe e caminhe pela sua saúde mental e física que esta atividade proporciona.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 16:59

footer

As publicações desta página são da inteira responsabilidade e autoria da FOS - Essência da Partilha - excepto quando referido o contrário. Não está autorizada a partilha de qualquer conteúdo, sem informação e autorização prévia por parte dos autores do Blog.

Pág. 1/2



Contactos

Encontre abaixo os nossos contactos:

E-MAIL

formacao.ocupacional.seniores@gmail.com

TELEFONE

969 192 186 | 916 676 466 | 249 726 596 Vânia (Coordenadora FOS): 912 993 415

MORADA

Escola Primária do Cardal | Rua Miguel Torga, s/n - Cardal | 2260-517 Vila Nova da Barquinha

RUTIS

A FOS é membro da RUTIS desde 2013. Saiba mais sobre a RUTIS aqui: http://www.rutis.pt/


Deixe-nos uma mensagem

calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Pesquisar

Pesquisar no Blog