Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sugestão de Jardinagem #10

por FOS, em 28.11.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 12:05


Curiosidades da Semana #6

por FOS, em 26.11.14

ALDEIA AVIEIRA QUER SER PATRIMÓNIO NACIONAL

 

ALDEIA DA PALHOTA

 

É pequena, muito pequena, mas é sem dúvida uma das bem conservadas aldeias avieira que se estendem ao longo das margens do Tejo. Situada na freguesia ribeirinha de Valada, concelho do Cartaxo, a Palhota vai manter-se no projeto que pretende classificar a cultura dos pescadores avieiros, que o escritor Alves Redol imortalizou com a expressão “ciganos do rio”, como Património Nacional Imaterial.

Palhota - Aldeia Avieira1.JPG

A candidatura global, formalmente iniciada em Junho de 2007, está inserida num consórcio liderado pelo Instituto Politécnico de Santarém, e que inclui instituições públicas e empresas privadas de 10 municípios ribatejanos atravessados pelo Tejo (Almeirim, Azambuja, V. N. Barquinha, Constância, Golegã, Salvaterra de Magos, Santarém, V. F. de Xira, Cartaxo e Alpiarça). O projeto de investimento na recuperação e divulgação turística do património avieiro, que só será viável através de candidaturas a fundos comunitários, está neste momento numa fase de redefinição na administração central.

0.jpg

Fruto da ação de uma associação local de defesa do meio ambiente, a “Palhota Viva”, pode visitar-se na aldeia a “Casa do Avieiro”, habitação que conserva um testemunho histórico das vivências e tradições das famílias de pescadores que, no início do século XX, deixaram a zona de Vieira de Leiria para procurar sustento e alimento no rio Tejo. A casa, comprada a um pescador em 1988, é hoje um centro de interpretação que, mediante marcação, recebe grupos de estudantes, escuteiros e turistas interessados em descobrir um dos mais importantes fenómenos migratórios ocorridos em Portugal.

 

Patacão _ Alpiarça.jpg

 

70500634.6jZgfvVb.jpg

 

8041278945_1e6364bd2a_z.jpg

 

nT4NCJs31Q82NMZ1ZvdA.jpg

 

P6100915 Aldeia palafita do Patacão.JPG

 

palhota2.jpg

Artigo elaborado pela aluna Lucinda Vieira

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 10:57


Dica da Semana #11

por FOS, em 21.11.14

Envelhecer com qualidade


Saiba como conseguir um envelhecimento activo

 

2RZPoSXZEE7nK7Wone,xE1Ds_.jpg

Envelhecer é um processo natural, no entanto, isso não supõe que o idoso esteja determinado à ausência de saúde ou à falta de acesso aos meios necessários, que possibilitem o usufruto da qualidade de vida.


Encontrar o equilíbrio, de modo a que os idosos consigam um envelhecimento activo, deve ser também uma tarefa destinada e exercida pelo conjunto da sociedade.


É importante que as pessoas que estão na terceira idade procurem ter como meta um estilo de vida activo. Neste sentido, é necessário procurar um tipo de actividade que lhe dê prazer, divertimento e satisfação.

 

Na prática de actividades físicas e de cuidados de beleza, vários benefícios são adquiridos, tais como a diminuição da depressão, a melhoria da auto-estima, a manutenção dos reflexos, a flexibilidade, a mobilidade, entre outras.


Melhorar a qualidade de vida das pessoas mais velhas é uma atitude actualmente levada muito a sério, uma vez que se entende que pode dar origem a menos doenças, ou pelo menos a adiar o seu aparecimento.


A massagem é um dos meios que se pode utilizar para se manter a qualidade de vida dos idosos, ajudando-os e aliviando-os dos problemas mais comuns que aparecem com a idade: artrite, reumatismo, fadiga muscular, perda de elasticidade das cartilagens e dos discos intervertebrais, cansaço geral, ansiedade, depressão, além do mau funcionamento dos órgãos internos, especialmente do coração.

 

Massagem na 3ª idade – Aspectos fundamentais


A técnica de massagem para idosos não é muito diferente da massagem normal, no entanto, as técnicas utilizadas necessitam de ter em consideração que o corpo envelhecido tem que ser movimentado com mais cuidado.


O idoso deverá deitar-se de forma cuidadosa na cama de massagem, numa posição que permita receber o cuidado. As mãos e os pés são membros muito afectados pela idade. Uma massagem nas mãos ou uma massagem nos pés dar-lhes-á a consciência deste membros, melhorando a circulação sanguínea e trazendo mais bem-estar.


As articulações que estejam inflamadas não são massajadas, os alongamentos não devem ser muito vigorosos, as áreas afectadas não devem ser exercitadas em demasia, ao contrário das articulações saudáveis.

 

Resultados da massagem


- A pessoa vai respirar melhor, logo aumentará a sua vitalidade e estimular toda a sua função.

- A temperatura basal aumenta. Como os idosos têm sempre frio todas estas manobras servem para aumentar a temperatura da pele pois esse calor dá-lhes vida.

- As fricções e o movimento constante resultam numa flexibilidade e tonificação dos tecidos e dos músculos que permitirão ao idoso ter mais força para realizar diversos actos quotidianos.

 

Para fazer em casa


O movimento é essencial, assim, principalmente para que tem artroses, brincar com plasticina pode ser um bom exercício. Para além disso, o idoso pode ainda disponibilizar um recipiente com água muito quente e sal grosso e outro com gelo para colocar as suas mãos e/ou pés. O procedimento indicado para este banho de contrastes é fazer 3 minutos de quente e 1 minuto de frio. Enquanto tem as mãos e/ou pés na água, o ideal é ter nesses recipientes algumas bolinhas para que as possa agarrar.

8 Dicas para um envelhecimento activo:

- Exercite o corpo;

- Coma bem e faça escolhas saudáveis;

- Revitalize e estimule a mente;

- Explore a sua sexualidade;

- Relacione-se com os outros;

- Sinta-se seguro;

- Seja positivo;

- Optimize o seu bem-estar.

 

Fonte: http://lifestyle.sapo.pt/saude/saude-e-medicina/artigos/envelhecer-com-qualidade

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 17:23

10387309_353081398202302_5398894460471447281_n.png

10380584_877476148953069_6781642016836715072_o.jpg

 

1400402_877477075619643_5647216426166439894_o.jpg

 

1511519_877464088954275_2544370133271210021_o.jpg

 

1909512_877464635620887_6613143620857143807_o.jpg

 

10014783_877463195621031_8915150914238869073_o.jpg

10402788_877474992286518_1071719017909195451_n.jpg

 

10426301_877474182286599_6390754325296219553_n.jpg

 

10440730_877475425619808_5867468335056606624_n.jpg

 

10460850_877464385620912_3515367134880178599_o.jpg

 

10479872_877464942287523_8729147962883491952_o.jpg

 

10495071_877463812287636_2405049852388325246_o.jpg

DSC05955.JPG

 

10515105_877465705620780_2866703682082024676_o.jpg

 

10517232_877465445620806_2617526188140375726_o.jpg

 

10608259_877466135620737_8909941156860112689_o.jpg

 

10626173_877465235620827_3411139265919161957_o.jpg

 

10734099_877474838953200_3748671321239634205_n.jpg

DSC05963.JPG

 

DSC05957.JPG

 

DSC05958.JPG

 

DSC05960.JPG

 

DSC05961.JPG

 

DSC05962.JPG

DSC05969.JPG

 

DSC05964.JPG

 

DSC05965.JPG

 

DSC05966.JPG

 

DSC05967.JPG

 

DSC05968.JPG

DSC05977.JPG

 

DSC05971.JPG

 

DSC05973.JPG

 

DSC05974.JPG

 

DSC05975.JPG

 

DSC05976.JPG

DSC05978.JPG

 

DSC05979.JPG

 

DSC05980.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:18

 

Artigo elaborado pelos alunos da turma 0 da disciplina de Informática (formadores Armando e Samuel)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 11:30


Sugestão Culinária #12

por FOS, em 14.11.14

Castanhas - Como preparar

castanhas

 

Para cozer: 

Ingredientes:

  • Castanhas
  • 1 pitada de sal
  • Erva doce qb.

Preparação:

Fazer um corte longitudinal nas cascas das castanhas.
Cozer em água temperada com sal e erva doce até a casca abrir.
Provar para verificar a cozedura.

 

Para assar: 

Ingredientes: 1 Kg castanhas e sal grosso

PREPARAÇÃO:Lavam-se as castanhas e aplica-se, em cada uma, um golpe na horizontal. Cobre-se com sal o tabuleiro, espalhando sobre este as castanhas sem as sobrepor. Polvilham-se as castanhas com o sal. Dependendo do tamanho das castanhas vão a assar entre 35 a 45 minutos. Depois de assadas, põem-se num pano grosso, deitam-se-lhes algumas gotas de água e abafam-se de seguida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 14:30


Curiosidades da Semana #5

por FOS, em 12.11.14

Dia de São Martinho


O Dia de São Martinho é celebrado anualmente a 11 de novembro.
Este dia é uma das celebrações que marcam o Outono.

 

História de São Martinho


A lenda de São Martinho conta que certo dia, um soldado romano chamado Martinho, estava a caminho da sua terra natal. O tempo estava muito frio e Martinho encontrou um mendigo cheio de frio que lhe pediu esmola. Martinho rasgou a sua capa em duas e deu uma ao mendigo. De repente o frio parou e o tempo aqueceu. Este acontecimento acredita-se que tenha sido a recompensa por Martinho ter sido bom para com o mendigo.
A tradição do Dia de São Martinho é assar as castanhas e beber o vinho novo, produzido com a colheita do verão anterior.
Por norma, na véspera e no Dia de São Martinho o tempo melhora e o sol aparece. Este acontecimento é conhecido como o Verão de São Martinho.

 

s-martinho.jpg

 

Em Portugal, o Outono e a chegada do tempo frio são comemorados no dia 11 de Novembro, Dia de São Martinho. Neste dia, um pouco por todo país, comem-se sardinhas, assam-se castanhas, bebe-se vinho novo e água-pé. Familiares e amigos reúnem-se à volta de uma fogueira ao ar livre.


Mas poucos são aqueles que sabem o real significado do Dia de São Martinho, ou mesmo o que é água-pé.


Começando pela história de São Martinho, reza a lenda que, “num dia tempestuoso ia São Martinho, valoroso soldado romano, montado no seu cavalo, quando viu um mendigo quase nu, tremendo de frio, que lhe estendia a mão suplicante…

São Martinho não hesitou, parou o cavalo, poisou a sua mão carinhosamente na do pobre e, em seguida, com a espada cortou ao meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo. E, apesar de mal agasalhado e sob chuva intensa, preparava-se para continuar o seu caminho, cheio de felicidade. Mas, subitamente, a tempestade desfez-se, o céu ficou límpido e um sol de Estio inundou a terra de luz e calor.
Diz-se que Deus, para que não se apagasse da memória dos homens o ato de bondade praticado pelo Santo, todos os anos, nessa mesma época, cessa por alguns dias o tempo frio, o céu e a terra sorriem com a bênção de um sol quente e miraculoso”.

É o chamado Verão de São Martinho.

 

O Magusto – São Martinho

 

O costume do Magusto, que tradicionalmente começava no Dia de Todos-os-Santos, é simultaneamente uma comemoração da chegada do Outono e um ritual de origem religiosa: o dia do Santo Bispo de Tours - França - (São Martinho) está historicamente associado à abertura e prova do vinho que foi feito em Setembro.

A água pé é o resultado da água lançada sobre o bagaço da uva, donde se retirava o pouco de mosto que aí se mantinha.

Esta bebida pode ser consumida em plena fermentação ou, depois disso, adicionando-lhe álcool. Assim, diz o ditado popular "no dia de S. Martinho vai à adega e prova o vinho".

No fundo, com o São Martinho e o Magusto comemora-se a proximidade da época natalícia, e mais uma vez, a sabedoria popular é esclarecedora: "dos Santos até ao Natal, é um saltinho de pardal”!

 

dia_s_o_martinho.jpg

 

sabores_de_sao_martinho.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 10:54

Magusto.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 17:40


Agenda Cultural #8 - Novembro

por FOS, em 05.11.14

De 3 a 28 de Novembro, decorre na Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha a mostra bibliográfica. O escritor escolhido durante este mês é Józef Teodor Konrad Korzeniowski, escritor ucraniano que após obter cidadania inglesa, adotou o nome de Joseph Conrad. Esta mostra, com oferta de marcadores de livros, realiza-se todos os dias úteis, das 9h às 13h e das 14h às 18h.

1

 

De 8 de Novembro a 14 de Dezembro o Município de Vila Nova da Barquinha, em parceria com nove restaurantes do concelho vai realizar a mostra gastronómica “À mesa com azeite”. Esta prova tem como objetivo a divulgação do azeite, um produto de tradição no concelho e que foi um motor importante da atividade económica.

2

No dia 9 às 10h30, no Entroncamento, pode caminhar por uma causa. Para assinalar o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama a Câmara Municipal vai organizar a Caminhada Sempre Mulher. É dirigida a todos e terá inicio no largo José Duarte. Não é necessária inscrição, apenas aparecer.

3

Também no dia 9, às 17h, no Entroncamento no âmbito do projeto Entro.CULTURAS vai decorrer o espetáculo do grupo ShowChoir DanSing, este alinha o canto à dança, é interpretado por jovens e está integrado na Sociedade Filarmónica Ouriense. É no Centro Cultural e a entrada é livre, um bom programa para Domingo à tarde.

4

No dia 15 Centro integrado de Educação em Ciências de Vila Nova da Barquinha pode assistir à Ciência nos Sabores: "A arte e ciência de conservar frutos", está aberto a todos os que queiram olhar para a cozinha através dos olhos da ciência. A participação gratuita mas a inscrição é obrigatória. Para mais informações contactar 926642703.

5

 Este artigo foi elaborado por Ana Moita.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 22:38

footer

As publicações desta página são da inteira responsabilidade e autoria da FOS - Essência da Partilha - excepto quando referido o contrário. Não está autorizada a partilha de qualquer conteúdo, sem informação e autorização prévia por parte dos autores do Blog.


Contactos

Encontre abaixo os nossos contactos:

E-MAIL

formacao.ocupacional.seniores@gmail.com

TELEFONE

969 192 186 (Escola) | Vânia (Coordenadora FOS): 912 993 415

MORADA

Escola Primária do Cardal | Rua Miguel Torga, s/n - Cardal | 2260-517 Vila Nova da Barquinha

RUTIS

A FOS é membro da RUTIS desde 2013. Saiba mais sobre a RUTIS aqui: http://www.rutis.pt/


Deixe-nos uma mensagem

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Pesquisar

Pesquisar no Blog