Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dica Mensal de Segurança #6

por FOS, em 14.07.14

Avós prevenidos e netos seguros

 

Mesmo que sigam todas as recomendações que falamos nas aulas e escrevemos nos artigos anteriores publicados no nosso blog sobre o tema da segurança, não é possível evitar todos os acidentes que se verificam durante o crescimento e alguns são próprios da idade. 

 

 

No entanto, “…há acidentes e acidentes…”, o período das férias escolares é muitas vezes passado junto dos avós e em ambientes diferentes dos frequentados no dia-a-dia, porque aproveitamos para descansar no campo, cidade ou praia.

Devemos estar preparados para receber os nossos netos com uma atenção perspicaz e agir preventiva e oportunamente, sempre que nos apercebemos que se encontram em risco de exposição a situações que podem provocar acidentes graves.

Desta forma, contribuímos não só para evitar os acidentes mas para a educação e preparação dos nossos jovens enquanto cidadãos responsáveis, que procuram adotar comportamentos seguros. 

 

 

As situações de emergência mais comuns segundo a Associação para a Segurança Infantil (APSI) são devidas, entre outras, às seguintes causas e perigos:

  • Em casa devido as circunstâncias inseguras existentes (escadas, piscinas, produtos químicos…) ou inadequada utilização de equipamentos domésticos, que contribuem para a ocorrência de queimaduras, intoxicações, cortes, electrocução, intoxicação por medicamentos ou monóxido de carbono e quedas;
  • A utilização de brinquedos ou meios de transporte rodoviários, quando as crianças e jovens andam de triciclo, de trotineta, de bicicleta, motociclo ou de carro, meios que envolvem alguns perigos e têm que ser usados com as devidas precauções e nos locais apropriados;
  • A existência de reservatórios de água que, sobretudo no verão, são uma tentação e a origem de muitos afogamentos, segunda causa de morte acidental em crianças na europa (praia, piscinas, banheiras, tanques de lavar ou regar, poços, lago de jardim…).

Para garantir a segurança da nossa família, daqueles que nos visitam e a nossa própria, é necessário identificar os perigos existentes à nosso volta e evitar que as crianças e jovens sejam expostos aos riscos que lhes são inerentes. 

 

 

Algumas dicas de prevenção de acidentes e segurança:

  • Localizar em local inacessível ou fechado os medicamentos, fósforos ou isqueiros, produtos químicos e bebidas alcoólicas.
  • Colocar em local seguro e acautelar que se faça o uso adequado de objetos cortantes ou perfurantes (tesouras, facas, agulhas…).
  • Evitar que as crianças brinquem com os equipamentos domésticos que para funcionar utilizam gaz, eletricidade e água (no caso de pré-adolescentes só na presença de um adulto);
  • Quando se tratar de crianças pequenas, colocar portas que impeçam o acesso a escadas ou pisos superiores para evitar que ocorram quedas aparatosas.
  • Evitar a existência de recipientes de água abertos ou impedir o acesso aos mesmos (tanques, banheiras, bacias, poços e outros), isolando os locais onde exista risco de afogamento e vigiando a sua utilização.
  • Utilizar brinquedos adequados para idade e com as devidas precauções de segurança.
  • Conduzir os meios de transporte rodoviários em locais apropriados para o efeito, com uma adequada sinalização e proteção individual (cintos, cadeirinhas de transporte, capacete, colete de sinalização).
  • De acordo com o tipo de atividade e local, utilizar o vestuário e calçado mais adequado às condições físicas e ambientais de temperatura e humidade, por exemplo, evitar os chinelos e roupa que possa ficar presa nos equipamentos dos parques infantis.
  • Prescindir das brincadeiras às horas em que as temperaturas e a exposição à radiação são mais elevadas, usar chapéu e ingerir água com frequência ao longo do dia.
  • Em locais desconhecidos e muito frequentados mantenha sempre uma ligação visual.
  • Procure que a utilização da internet e das novas tecnologias seja um meio que pode contribuir para o crescimento, sem nunca esquecer que associados aos muitos benefícios vêm também alguns riscos (uso excessivo e sem pausas, diminuição da atividade física e social).

 

 

Os casos de emergência devem ser prevenidos, no entanto, a melhor forma de saber o que fazer em caso de emergência, é estar preparado antes de esta acontecer:

  • Tenha uma bolsa de primeiros socorros sempre à mão e se puder, tente saber sempre mais sobre primeiros socorros, porque os acidentes acontecem.
  • Caso a emergência ligue o 112 e tenha resposta para as seguintes questões:
  1. O tipo de situação (doença, acidente, parto, etc.);
  2. O número de telefone do qual está a ligar;
  3. A localização exata e, sempre que possível, com indicação pontos de referência;
  4. A gravidade aparente da situação;
  5. O número, o sexo e a idade aparente das pessoas a necessitar de socorro;
  6. As queixas principais e as alterações que observa;
  7. A existência de qualquer situação que exija outros meios para o local, por exemplo, libertação de gases, perigo de incêndio…

 

 

 

 

Esta dica foi elaborada pelo formador António Ribeiro, da disciplina de Segurança e Prevenção

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas do Blog:

publicado às 10:06

footer

As publicações desta página são da inteira responsabilidade e autoria da FOS - Essência da Partilha - excepto quando referido o contrário. Não está autorizada a partilha de qualquer conteúdo, sem informação e autorização prévia por parte dos autores do Blog.


Contactos

Encontre abaixo os nossos contactos:

E-MAIL

formacao.ocupacional.seniores@gmail.com

TELEFONE

969 192 186 (Escola) | Vânia (Coordenadora FOS): 912 993 415

MORADA

Escola Primária do Cardal | Rua Miguel Torga, s/n - Cardal | 2260-517 Vila Nova da Barquinha


Deixe-nos uma mensagem

calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

Pesquisar no Blog